Luto e assombro

Às vezes, é preciso que uma figura pública carismática morra para que as pessoas comecem a enxergar com humanidade o que números aparentemente frios significam. Paulo Gustavo, infelizmente, é mais um dentre os mais de 410 mil brasileiros que já se foram, oficialmente, por causa de um vírus que está rindo da incompetência – e descaso – dos que têm a caneta na mão. Sua morte não apaga outra desumanidade que vimos ontem no ataque a uma creche no Sul, apenas corrobora que estamos todos muito doentes e que precisamos buscar um tratamento coletivo porque nossas vidas dependem não só de nós, mas também das escolhas e das (re)ações do nosso próximo e daqueles a quem damos o poder de tomar decisões por nós.

#luto #tragédias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s