Centro Histórico de Floripa, SC – 27 de janeiro de 2018

Saímos andando do hotel para o tour no Centro Histórico de Florianópolis. Aliás foi muito bom termos escolhido um hotel no Centro. O bairro é ótimo e fica realmente no centro para o deslocamento que fizemos de carro para todas as áreas da Ilha de Florianópolis. Estávamos a cerca de 15km das praias do Sul, 15km das praias do Norte, uns 10km da Lagoa da Conceição… Parece longe, mas não é porque hospedar-se num desses outros lugares significa estar muito mais longe dos demais. E Floripa exige carro (aliás, nem reparei em ônibus algum por lá. Estranho para uma capital de Estado…)

Bem, sobre o nosso tour no Centro…

Subimos a rua do nosso hotel, rua Felipe Schmidt, estávamos hospedados no Hotel Valerim, passamos primeiro pela Igreja Ordem Terceira de São Francisco, construída em 1815, na rua Deodoro. Soube que ela pertence à ordem religiosa mais antiga da ilha. Ela está sendo reformada. Em seguida retornamos à nossa rua e paramos para um café expresso em pé no bar Senadinho, indicado por revista de turismo.

Caminhamos até a Rua Trajano e avistamos o belíssimo Palácio rosa Cruz e Sousa. Os jardins são lindos e o Palácio hoje é o Museu Histórico de Santa Catarina (estava fechado para visitas). Não resisti e gravei um vídeo lendo frases lindas do poeta Cruz e Sousa nos jardins.

Depois demos a volta e subimos os quase 80 degraus, com as passadas entre eles, da escadaria de acesso à Igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, a segunda mais antiga da Ilha. Mais uma igrejinha linda, branca e amarela, mas estava também fechada e não a vimos por dentro. Segundo li em revista de turismo, ela pertencia à Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos. Nunca tinha ouvido falar nessa irmandade. Sua construção ocorreu de 1787 até 1830.

De lá, passamos no Teatro Álvaro de Carvalho e seguimos para a Catedral Metropolitana, inaugurada em 1773. Avistamos casinhas lindas e coloridas lá perto. A indicação é de arquitetura luso-brasileira.

Enfim, chegamos a um lugar que queria muito conhecer: a Praça XV de Novembro. Sou apaixonada pela energia que sinto quando chego perto de árvores frondosas e centenárias. Por isso tenho grande amor pelo pátio do Colégio Militar do Rio de Janeiro, onde trabalho. Nessa Praça de Florianópolis, há uma figueira que foi transplantada para o centro dela em 1891. Imaginem a idade dessa lindeza. Ela é imponente demais!!! Fiquei extasiada.

Caminhando mais um pouco, chegamos ao Mercado Público. O prédio é todo amarelo. Achei-o belíssimo. Assistimos a uma apresentação de palhaços na rua (excelente o trabalho do grupo), depois paramos para experimentar algumas iguarias de Santa Catarina no box 2 do mercado, o Boteco Vai Quem Quer. Super indico!!!

Tudo bom demais!!! Viagem deliciosa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s