Omo-oba: histórias de princesas, Kiusam de Oliveira

Este livro é simplesmente lindo!!! Histórias belas contadas por Kiusam de Oliveira e ilustrações cativantes de Josias Marinho. Conhecer, pelo olhar da cultura iorubana, a criação do céu e da terra, o nascimento das estrelas, nuvens e rios, os segredos dos mares, o poder da mulher que não se deixa subjugar… foi renovador.

Que as crianças que estão chegando a este mundo e as que já estão aí aprendendo a ler e a escrever possam ter acesso amplo a culturas distintas, principalmente, aos saberes tão próximos de nossa formação, mas que por tanto tempo foram invisibilizados por preconceitos e interesses escusos. Se um dia eu tiver netos, eles serão, com certeza, formados também por meio dessas lindas histórias.

Este é o terceiro livro de Kiusam de Oliveira que leio este mês. Tenho que dizer que todos são lindos e fundamentais. Queria ter podido aprender com eles para construir uma amizade mais sólida e menos desigual com minhas colegas do antigo primeiro grau. Lembro-me sempre e com saudades da Adriana, da Ana Paula, da Maria Claudia e da Josiane. Não tenho ideia de como se construiu a vida de cada uma delas. Lembro que Adriana e Ana Paula eram muito estudiosas e sonhavam em ser médicas, mas eram pretas, pobres e eram de escolas públicas numa época sem cotas. Encontrei AP quando já devia ter uns 19, 20 anos, trabalhando no Mc Donald’s. Fiquei profundamente triste. Ela não tinha conseguido ir para a faculdade. Nunca mais a vi e as outras eu já havia perdido o contato desde o fim do Ensino Fundamental, quando fui para um colégio particular e elas seguiram para colégios distintos do Estado.

Essa é a crueldade da vida, tão desigual e cheia de entraves. Impossível defender meritocracia em uma realidade na qual identidade e pertencimento sequer se constituem por parâmetros semelhantes.

OLIVEIRA, Kiusam. Omo-oba: histórias de princesas. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2009.

Os outros dois livros que li:

OLIVEIRA, Kiusam. O mar que banha a ilha de Goré. São Paulo: Peirópolis/Fundação Biblioteca Nacional, 2014.

OLIVEIRA, Kiusam. O mundo Black Power de Tayó. São Paulo: Peirópolis, 2013.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s