Qual beijo tem de ser condenado?

Recebi, há pouco, pelo Whatsapp, a imagem abaixo com o que está escrito e fiquei pensando…

É sempre bom pensar as escolhas que fazemos. O que validamos e perpetuamos como certo, como normal e o que rechaçamos negando a existência, colocando à margem da sociedade.

Há hoje uma onda conservadora em nossa sociedade – não é a primeira nem será a última da História – que elege algumas ideias, algumas pessoas, algumas formas para rotular como males a serem estirpados. O problema é que, no afã de manter a ordem, a família e um bem, dito maior, essas ondas vão tomando corpo e se transformam em tsunamis devastadoras.

Esse é o problema das “Marias que vão com as outras” proliferando mensagens preconceituosas, que infringem o direito de ir e vir de cada um de nós. Aos que fazem isso por uma visão religiosa digo: Deus deu ao homem o livre-arbítrio. Repito: Deus deu ao homem o livre-arbítrio.

Cabe, então, a algum homem tirar de outro homem o direito de viver a sua humanidade plena?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s