Livros lidos em junho

Eita vida corrida… Difícil conseguir ler tudo o que se deseja, ver tudo o que se sonha, comer tudo o que se tem vontade, beber de todas as fontes imagináveis…

Mas a gente segue curtindo e vivendo do jeito que é bom: um dia após o outro.

Minhas leituras deste mês que hoje finda:

XXXVI. Mulher sob a influência de um algoritmo, Rita Isadora Pessoa (Cepe Editora, III Prêmio CEPE Nacional de Literatura 2017 Poesia)

XXXVII. Feminismo para os 99%: um manifesto, Cinzia Arruza, Tithi Bhattacharya, Nancy Fraser.

XXXVIII. O sentido de um fim, Julian Barnes (Tag Curadoria)

(XXXIX.) Ae falência, Julia Lopes de Almeida (parei)

XXXIX. A via crucis do corpo, Clarice Lispector.

XL. As mais belas coisas do mundo, Valter Hugo Mãe.

XLI. Uma ideia toda azul, Marina Colasanti.

XLII. O livro das ignorãnças, Manoel de Barros.

XLIII. O Cérebro no mundo digital: os desafios da leitura na nossa era, Maryanne Wolf. (Ainda lendo)

Um comentário

Deixe uma resposta para Tatianices Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s