“Gente de bem” e “humanos direitos”

Eu realmente queria entender o significado das expressões “gente de bem” e “humanos direitos”. O juízo de valor que está sendo usado hoje por aí me assusta. E me assusta mais ainda quando se vende a ideia de que “gente de bem” ou “humanos direitos” devem ter o direito de andar armados para se protegerem de bandido.

Até que ponto “gente de bem” e “humanos direitos” têm sangue de barata pra andarem armados na rua e não fazerem besteira?!

Hoje, entrando no viaduto Paulo de Frontin para pegar o Túnel Rebouças sentido Lagoa, um rapazote branco com um carrão estava afoito com o trânsito querendo me ultrapassar sem me deixar entrar na fila da direita para a esquerda, bem na subida. Ele foi me fechando de tal maneira, que quase levou meu retrovisor. Parou o carro e me xingou até não aguentar mais.

Aí eu me pergunto: e se ele tivesse uma arma? Será que a apontaria para mim no trânsito?

Tenho muito medo do que está por vir…

Com o dinheiro que parecia ter e a arrogância que com certeza tinha, estaria ele no grupo dos chamados “gente de bem” e “humanos direitos”?!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s