Reproduzimos interesses alheios, mas ficamos só na janela

Leio regularmente partes d’O Globo e da Folha de São Paulo como assinante. O que me interessa pego, o que não me interessa descarto e o que difere do que penso me enriquece criticamente. Entretanto, venho observando com frequência as propagandas de moda, lojas etc. É impressionante como o público a quem tais preços podem ser dirigidos fica totalmente distante de 99% (acho que não é exagero meu!) da realidade da população brasileira. Então deixo uma pergunta muito simples e óbvia aos maiores leitores, em quantidade, desses jornais – a classe média: as notícias que estamos lendo ali e as ideias que propagam interessam mesmo a quem?

Essa pergunta já é batida, eu sei. Mas há aqui nestas fotos algo muito concreto pra nos fazer pensar um pouco mais.

Será que estamos reproduzindo interesses alheios, mas ficamos só na janela sem poder brincar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s