Primeiro beijo interracial no cinema

Não assisti ainda a estes dois filmes, mas li na Galileu esta curiosidade e achei interessante guardar aqui.

Instituído em 1934, o código de produção de Hollywood proibia qualquer representação de relações inter-raciais no cinema, mas várias produções começaram a desafiar esse limite nos anos 50. A Morte Passou Perto, filme de 1955 do diretor Stanley Kubrick, conta com um beijo entre a atriz branca Irene Kane e Frank Silvera, negro nascido na Jamaica.

A Ilha dos Trópicos, de 1957, destacou o casal composto por Dorothy Dandridge, uma garota caribenha, e o oficial britânico interpretado por John Justin, mas a cena do “beijo” não chega a ser mais do que uma bochecha encostando na outra. O Quimono Escarlate, lançado em 1959, pode ter sido o primeiro filme com um verdadeiro beijo interracial, estrelado por James Shigeta, de ascendência japonesa, e a australiana Victoria Shaw.

Esse e outros tabus do cinema comentados pela Galileu aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s