“Dunkirk” e “Os meninos que enganavam os nazistas” (2017)

 

Estão em cartaz dois filmes que se passam na Segunda Guerra Mundial: “Dunkirk”, dirigido por Christopher Nolan, e “Os meninos que enganavam os nazistas’, de Christian Duguay. Ambos, para quem já assistiu a inúmeras produções sobre a guerra, tratam um pouco do mesmo. Tem gente dizendo até que são clichês. Para mim, no entanto, continuam tendo seu valor. O primeiro envolve o espectador pela ação intensa e alucinante; o segundo, com lirismo e uma maravilhosa sintonia entre os dois atores-mirins na interpretação dos personagens principais que são irmãos na história, prende a gente na cadeira do cinema do início ao fim e até nos faz chorar de emoção. Como curto muito cinema como pura diversão, esses dois filmes valem super a pena para… se divertir! Quem é de História, por exemplo, até pode levantar críticas sobre o foco dado aos ingleses em Dunkirk, mas a adrenalina que há nele, as imagens e emoções dos voos nos aviões de guerra além do desespero durante os naufrágios de barcos que tentavam salvar vidas e eram atacados mantêm uma tensão eletrizante. Adoooro! Ah! E é bom que seja na telona do cinema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s